Início do cabeçalho do portal da UFERSA

Campus de Caraúbas

A Usina Solar da UFERSA Campus Caraúbas iniciou a operação em 08 de outubro de 2018 e desde então vem obtendo ótimos resultados, cumprindo bem o seu papel ambiental e econômico. A Usina também tem o objetivo de fomentar o ensino e a pesquisa sobre o assunto dentro da universidade.

A Usina é classificada como do tipo microgeração distribuída, de acordo com a Resolução ANEEL nº 482/2012: “…central geradora de energia elétrica, com potência instalada menor ou igual a 75 kW e que utilize cogeração qualificada…”.

Foto: painéis solares - Usina Solar Caraúbas

Foto: painéis solares – Usina Solar Caraúbas

Na usina da UFERSA Caraúbas os 190 painéis fotovoltaicos, que transformam a radiação solar em energia elétrica de corrente contínua por meio do Efeito fotovoltaico, estão conectados a três inversores, que fazem a conversão dessa energia de corrente contínua para alternada, nos níveis de tensão e frequência da rede de distribuição da COSERN. Os inversores, por sua vez, estão conectados ao transformador de 75 kVA, que eleva a tensão para 13,8 kV e injeta a energia gerada na rede de distribuição primária da UFERSA.

A energia gerada na Usina, depois de condicionada e injetada na rede interna de distribuição é consumida no próprio Campus da Universidade, reduzindo, assim, a necessidade de consumo de energia proveniente da concessionária. Nos momentos em que a energia gerada pela usina é maior que a energia consumida pela Universidade o excedente chega até a rede da COSERN, pela mesma rede que traz energia da Concessionária para o Campus. Esse fluxo, da UFERSA para a COSERN é, então, registrado pelo medidor bidirecional de energia da Concessionária, que fica na entrada do campus, e gera crédito para a Universidade, em kWh, que pode ser compensado em consumos futuros, por um prazo de até 60 meses.

19 de dezembro de 2018. Visualizações: 1026. Última modificação: 19/12/2018 10:48:24