Início do cabeçalho do portal da UFERSA

Campus de Caraúbas

A história do município de Caraúbas começa no século 18 quando o capitão Leandro Bezerra Cavalcanti saiu de Pernambuco com a finalidade de criar gado numa faixa de terras no oeste do Rio Grande do Norte. Com a pecuária veio também a devoção do capitão em construir uma capela em homenagem a São Sebastião depois da descoberta de um poço que passaria a garantir água para os homens e para os animais. A partir daí começaram as devoções e a então fazenda foi ganhando fieis, romarias e festas religiosas. Sem nome, a fazenda do então capitão Leandro foi sendo chamada de “Caraúbas” numa referência as árvores caraubeiras que existiam em grande quantidade na região. De fazenda, Caraúbas ainda foi distrito e freguesia até se desmembrar de Apodi e ser reconhecido como novo município potiguar em 05 de março de 1868, através da Lei Nº 601.

Caraúbas está localizada na microrregião da Chapada do Apodi, no oeste potiguar, a 77 Km de Mossoró e a 300 Km da capital do estado, Natal. Com uma área territorial de 1.095,006 km², uma das maiores da região, o município tem cerca de 20 mil habitantes, segundo o IBGE e é cortado por duas rodovias estaduais: a RN 233, que dá acesso as cidades de Apodi e Campo Grande e a RN 117 que liga aos municípios de Olho d’Água do Borges e de Governador Dix-Sept Rosado.

A economia do município é voltada à agricultura de sequeiro e a atividade pesqueira com projetos desenvolvidos na Lagoa do Apanha-Peixe e na Barragem de Santo Antônio, ambas localizadas na zona rural.

Na parte religiosa e cultural, Caraúbas tem como padroeiro São Sebastião. A festa católica acontece sempre nos meses de janeiro ao redor da Igreja Matriz, no centro da cidade.

25 de setembro de 2014. Visualizações: 2311. Última modificação: 25/09/2014 11:53:59